MythTV no XBMCbuntu

Ora se estou satisfeito com o mediacenter a rodar o XBMCbuntu na sala e no quarto a correr o RaspBMC... Não é de estranhar que tenha que "inventar" um pouquinho mais!

Ora a ideia agora é poder ver/gravar as emissões de TV para posteriormente poder aceder à gravações, poder ver TV fora de casa no PC, no telefone e no iPad... Sem que para isso tenha que pagar a mensalidade do MEO Go e com isso ainda ter a vantagem de ver programas gravados. Bem... admito que dada a baixa taxa de upload do meu Meo Fibra é loucura, mas não custa tentar! :)

Andei a fazer uns teste com máquinas virtuais e é capaz da coisa correr bem, não quero fazer o teste definitivo com a solução que está em pleno funcionamento, mas penso que com isto vou dar uso ao velho AMD Athlon que está na garagem! Nem que seja para teste físico:)

A ideia é instalar uma placa de TV no pc com XBMCbuntu instalado...com isto instalar e configurar o MythTV, liga-lo à rede coaxial de minha casa que oferece os 70 canais da Meo Fibra e após isso aceder através do XBMC, seja através de MythBox ou de algum plugin PVR, ainda não vi bem o que vou fazer...
É algo que me anda na mente, e que irei por brevemente em prática...




2 comentários:

Raspberry Pi com Raspbmc a bombar!

Na passada sexta feira recebi o Raspberry Pi, conforme já tinha dito o objectivo era coloca-lo no meu quarto para ver conteúdos multimédia de forma completa, uma vez que já estava sem paciência para continuar a usar o meu velho disco multimédia Memup Lx Lan de 1TB, esse disco multimédia vai passar para o quarto da minha filha após algumas alterações que vou fazer, sacar o disco de 1TB e colocar um mais pequeno que sirva para alojar apenas os filmes de animação dela! O disco de 1TB irei tratar dele mais à frente...

A instalação do Raspbmc é um pouco fora do normal, coloca-se um cartão SD no pc, o executável formata o cartão com uma partição de 60MB, após isso basta colocar no Pi, ligar ao cabo de rede, hdmi e power, após isso ele liga-se à internet e auto instala-se. Após isso esta a bombar!

Configurei os acessos à rede domestica, ao XbmcBuntu que está na sala onde tenho todos os dados e logo consegui aceder a tudo! Impecável, mas um pouco lento, talvez porque usei um cartão SD velhote de 2GB, vou comprar um cartão SD HC para ver se melhora a performance.

Sinceramente fiquei bastante agradado ao poder ligar o Pi à porta USB da televisão, e desta forma não necessitar de gastar mais energia, uma vez que o Pi nao tem botão de power. Assim sempre que ligo e desligo a tv o Pi liga e desliga também. Interessante!

Aliado a isto, houve uma surpresa muito boa que tive, o comando da tv esta a controlar o Pi, sem que nada tenha feito para que isso acontecesse, apenas instalei o comando do mediacenter e estava a funcionar bem, até ao momento que tentei passar a imagem para a tv, e nada acontece, o comando estava a entrar em conflito, desativei a pen USB do comando e desde aí o comando da televisão controla tudo! Brutal!

4 comentários:

Raspberry Pi a caminho...

Amanhã faço anos, e decidi presentear-me com a aquisição de um Raspberry Pi Modelo B Revisão 2.0 com 512MB de RAM.
Para quem não sabe é o computador mais pequeno do mundo, do tamanho de um cartão de crédito.

O objetivo da compra deste Raspberry Pi é "arrumar" com o meu disco multimédia do meu quarto e assim como na sala, correr o XBMC, desta forma terei um sistema multimédia no quarto por apenas uns trocos!...

Já andava para o testar à algum tempo, mas gosto que as cobaias sejam outras que não eu... Agora com um modelo mais potente (modelo B) e já bem revisto, decidi-me a avançar para a compra.

Quando chegar posto mais novidades sobre este assunto!


0 comentários:

Windows 8 - Como mostrar todas as apps disponíveis

Algumas pessoas questionaram-me como podem ver todas as apps no Windows 8...

A operação é bastante simples e basta seguir os seguintes passos:

Vá ao menu Iniciar e abra o Mercado / Store:

Coloque o rato no canto superior direito, ou então digite a tecla Windows + C, e vá a definições.


Selecione a opção Preferências.

Na primeira opção (Facilitar a localização de aplicações no meus idiomas preferidos) coloque não.

E pronto, já está!




0 comentários:

Tutorial de XBMCbuntu - Um Mediacenter de baixo custo

Aqui partilho o meu cenário, cada pessoa deverá adaptar-se ao seu! No meu caso resolvi pegar na potente máquina que tinha para Mediacenter Windows e utiliza-la para outros fins, como o XBMCbuntu não necessita de grande hardware optei por pegar numa máquina que tinha cá por casa que amigavelmente costumo chamar de Magalhães! apenas por causa do processador Atom.

Hardware:
Cauixa Micro ATX
Fonte de Alimentação (Silent)
Motherboard Intel com processador Atom 1.6GHz
2GB de RAM
Disco de 80GB
Disco de 2TB
Drive de DVD

1. Instalação
Após todo o hardware instalado deverá ter como drive de boot inicial o leitor de DVD e de seguida o Disco de 80GB, que é bem mais do que necessário para instalar o sistema operativo.

Noutro computador visite o site: http://xbmc.org/download/ e selecione o XBMCbuntu, aguarde que termine o download. Após terminado o download, grave o ficheiro ISO para um CD.

Coloque o CD no leitor e arranque com o PC, aguarde um pouco até aparecer uns icones em baixo e clique em qualquer tecla, selecione Português e escolha a segunda opção "Instalar o XBMCbuntu".

Aguarde um pouco, escolha a lingua de novo, mas agora num menu de janelas, siga todos os passos, até chegar à parte de particionamento dos discos.

Caso possua apenas um disco, prossiga com a instalação normal, caso possua 2 discos recomendo que vá para a instalação avançada. Se tiver partições criadas, apague-as. No meu caso criei as seguintes:

Disco de 80GB
Partição 1:  Tipo: EXT4, 20GB, Mount: /
Partição 2: Tpo: Swap, 1GB, Mount: não coloquei nada
Partição 3: Tipo EXT4, espaço restante, Mount: /backup

Disco de 2TB
Partição 1: Tipo: EXT4, Aloquei todo o espaço, Mount: /share

A partir daqui pode prosseguir com a instalação, colocar dados de utilizador, password, recomendo que coloque para não pedir password.

Passados alguns minutos, a instalação termina, pede para reiniciar, tirar o CD e o sistema começa a iniciar.

Passado alguns segundos, arranca com este aspeto:

Se apenas pretende utilizar o XBMC ligado à internet ou via UPNP, a instalação termina aqui.

2. Instalação do Samba
Para instalar o samba, necessita fazer uma ligação ssh ao PC, pelo que recomendo que instale o software PUTTY.
Verifique o IP do computador, pode verificar no XBMC em Setting/Network, no meu caso 192.168.1.78

No Putty coloque o Ip, username e password, e coloque a porta 22.
De seguida faça login com o seu user/pass.

Para instalar o Samba tem que estar ligado à internet, execute o seguinte comando.

sudo apt-get install samba


Coloque de novo a password e aguarde um pouco, passado um pouco ele questiona que vai ocupar espaço em disco, coloque Y para confirmar. A instalação do samba termina quando aparecer a linha de comandos disponível.

De seguida vamos editar o ficheiro de configuração do samba. Digite o seguinte comando:

sudo nano /etc/samba/smb.conf

Faça page down até ao fundo da páguina e adicione o seguinte código:


[global]
workgroup = Workgroup
netbios name = XBMC
server string = XBMC Server
log file = /var/log/samba/log.%m
max log size = 50
map to guest = bad user
socket options = TCP_NODELAY SO_RCVBUF=8192 SO_SNDBUF=8192
local master = no
dns proxy = no

Caso tenha apenas um disco coloque o código seguinte, após o indicado acima:


[public]
path = /media
public = yes
only guest = yes
writable = yes
force user = xbmc


Atenção, coloque após o force user o seu nome de utilizador. O código anterior vai criar uma partilha na rede chamada public que coloca todos os dados dentro da pasta /media.

No meu caso, com mais que um disco, adicionei ainda o seguinte código, que permite escrever diretamente no disco de 2TB.


[share]
path = /share
public = yes
only guest = yes
writable = yes
force user = xbmc



E uma partilha adicional que permite aproveitar o espaço que sobrou do disco de 80GB.


[backup]
path = /backup
public = yes
only guest = yes
writable = yes
force user = xbmc



De seguida reinicie os serviços de samba com o seguinte comando.
sudo /etc/init.d/smbd restart

Neste momento as 3 partilhas estão criadas, temos de seguida que permitir aceder à pasta, dependendo das partilhas que fez coloque os seguintes comandos para permitir leitura/escrita para todos os utilizadores da rede.

sudo chmod 777 "media"
sudo chmod 777 "share"
sudo chmod 777 "backup"


Se verificar já consegue aceder à pasta, mas ainda qualquer permissão. No meu caso resolvi a questão, utilizando o FileZilla.

Coloque no Filezilla as mesmas credenciais colocadas no Putty. Do lado direito clique com o botão direito do rato nas pastas partilhadas, no meu caso: media, share, backup, selecione "permissões do ficheiro", valide que as permissões em 777 ou seja, ler, escrever, executar e selecione a opção em baixo para explorar sub-pastas.

No meu caso ficou com este layout... mas pode configurar o seu à medida.



Aqui termina este tutorial, assim espero ajudar alguém a não ter toda a mesma trabalheira e dor de cabeça que eu tive!

0 comentários: