Dicas media-center (Android): Screen adjuster




Boa tarde a todos,

Dado o recente interesse na utilização de boxes / mini-pc's Android como media center doméstico (fruto da nossa parceria com a geekfc) inicio hoje uma nova rubrica que pretende dar a conhecer algumas dicas para a resolução de problemas comuns do nosso media-center.
Esta rubrica não pretende ter um período fixo (vou escrevendo conforme me apetecer ou sobre problemas reportados no nosso fórum) nem pretende ser específica a uma só plataforma. Tal significa que hoje poderei escrever sobre sistemas Android como amanhã escrever sobre a Raspberry Pi ou outros dispositivos Linux. A probabilidade de escrever sobre Windows ou OSX é baixa. Quem me conhece, sabe perfeitamente a minha aversão a ambos os sistemas operativos. :)

Passando ao que importa:

Um dos problemas comuns do Android é o facto de, quando ligado por HDMI a um televisor, apresentar uma imagem demasiado escura. Este é um problema que afecta a grande maioria dos dispositivos Android e depende da firmware/drivers em utilização.
O problema poderá ser minimizado ou solucionado no próprio televisor alterando o brilho ou o contraste. No entanto, alterando essas definições, a imagem dos restantes aparelhos ligados à TV poderá também sofrer alterações. 

Geralmente, o brilho e/ou contraste não pode ser alterado nas definições do Android. Nesses casos, uma possível opção é a utilização da aplicação Screen-Adjuster. Esta permite alterar vários dados do output como por exemplo a tonalidade da imagem, o brilho e o contraste.



Outra vantagem desta aplicação reside no facto de poder ser iniciada com o próprio Android (autorun) mantendo as nossas definições favoritas após reboot.

Fica a dica.

Até breve,

Miguel

0 comentários:

Forum em funcionamento... Dados perdidos :(

Como repararam, tivemos downtime no forum. Infelizmente a nossa base de dados começa a ter um tamanho enorme e começa a ser cada vez mais difícil geri-la.

Infelizmente tive que repor dados à data de 25 de Outubro, ou seja, foram perdidos dados, utilizadores novos registados, etc... Lamento o sucedido, mas nada posso fazer!

Peço aos novos utilizadores que entretanto se registaram, voltem a fazê-lo.

0 comentários:

Teste: UBOX 4k R89 RK3288 - GeekFC.eu

A GeekFC.eu, enviou-nos uma UBOX 4k R89 RK3288 para apresentar aos leitores, fiz um vídeo com uma breve apresentação da Android Box. Neste vídeo destaco a opinião geral de utilização, quem me conhece sabe que valorizo a experiência obtida com os equipamentos, em vez de estar a comprar números de benchmarks.

Esta box tem um desempenho brutal, a fluidez, a variedade que o Android permite em termos de apps, e desta forma tornar qualquer TV num centro de multimédia e jogos muito interessante.


Especificações:

Incluido na caixa:
  • Adaptador de corrente;
  • Cabo HDMI;
  • Cabo USB/OTG;
  • Controlo Remoto
  • Manual (Inglês)
Dados Técnicos:
  • Android 4.4.2
  • CPU: RK3288 Quad Core Cortex-A17
  • GPU: Quad Core Mali-T764
  • RAM: 2 GB DDR3
  • ROM: 8 GB NAND Flash
  • DC 5V 3A
Ligações I/O
  • 2x USB 2.0 + 1x OTG
  • 1x microSD Card
  • 1x Saída HDMI
  • 1x Entrada HDMI
  • 1x Saída Optica
  • Wifi b/g/n

A GeekFC.eu irá brevemente disponibilizar esta box na sua loja online.

UPDATE: A GeekFC.eu já disponibilizou a box em pré-venda na loja online.

Desculpem lá a falta de jeito e o sotaque do Porto, mas foi o que se conseguiu arranjar dentro do pouco tempo disponível!


0 comentários:

Kodi Addon: Ver Camera IP Wanscam via XBMC/Kodi

As Cameras IP começam cada vez mais a fazer parte do nosso dia-a-dia, podem ser abordadas como vigilância da habitação, permitindo cenário multi-cameras, ou então no meu caso serve apenas para monitorizar um bebé e ver como ele se encontra enquanto se encontra no berço, podendo enquanto isso fazer outras tarefas domésticas, ou então desfrutar de um pouco de descanso.

À tempos atrás comprei via eBay uma camera ip compatível barata, algo que ficou por pouco mais de 30 euros já com portes, facilmente poderão encontra-la no link que adicionei na linha acima e é normalmente conhecida por Wanscam, um clone da Foscam.

Esta camera traz de base um software que pode ser instalado em Windows e permite ainda que se instale uma app através da PlayStore ou AppStore, porém isto obriga a inserir o código único da camera para que ela fique acessível via Internet através de P2P e isso não me agrada minimamente, pois nada me garante que mais ninguém na China ou em qualquer parte do mundo aceda às minhas imagens.

Em casa tenho Meo M5O, logo tenho um router Technicolor TG784v3, e este router tem uma funcionalidade interessante para bloqueio do acesso à Internet, normalmente utilizado para limitar o uso intensivo das crianças à Internet, permitindo apenas o aceso em horários estipulados. Para tal basta ir a Controlo de Acesso, seleccionar o equipamento pretendido e desmarcar todos os vistos de dias/horas de acesso permitido, automaticamente o dispositivo não sairá mais para a Internet, nem ficará acessível a pessoas que se encontrem fora da rede doméstica. É óbvio que isto não é mandatório, mas quem é paranoico como eu com a segurança deverá fazê-lo.


Apesar de usar as apps no smartphone e no iPad, senti necessidade de o fazer na TV, isto porque numa casa digital muito do que se passa roda em volta da TV e não existe necessidade de estar continuamente a carregar a bateria, assim sendo pedi ao enen92 se conseguia alterar o script já desenvolvido pelo leopold para as Foscam para a Wanscam, e ele assim fez!

Este addon, não só permite visualizar a camera ip em direto, como também utilizar as funções de Pan/Tilt que vem de série na camera, para tal basta usar o comando e selecionar o movimento pretendido. O addon já foi adicionado ao repositório da minha casa digital, na secção programas.





Espero que desfrutem deste magnífico addon, desenvolvido pelo enen92, o qual agradeço ter acedido amavelmente ao meu pedido.

Tenho evitado abordar temas relacionados com o XBMC, agora Kodi, muito até embora relacionado com addons. Curiosamente o nosso blog está muito associado ao XBMC/Kodi, não por minha vontade, mas continuo a dizer que o conceito de "Casa Digital" não é apenas um Raspberry Pi e um XBMC, é sim torna-la mais prática no dia-a-dia, dentro das possibilidades financeiras e dentro dos desejos de cada um.

4 comentários:

Bricolage: HP Microserver com 6 Discos

Foge o calor e a tentação de ficar em casa é maior, e com isso começamos a imaginar pequenos melhoramentos que gostávamos de fazer em casa... Foi o caso deste pequeno melhoramento que fiz no HP Microserver cá de casa.

O HP Microserver suporta nativamente 4 discos, mas possui uma baía de 5,25 que pode vir com um gravador de DVD, ou vazia, dependendo da configuração adquirida, no meu caso, vinha com DVD, retirei-o e coloquei lá um pequeno disco SSD para o sistema operativo, como já havia mencionado num post anterior.



Ora, aquele buraco estava a fazer-me muita confusão... E então resolvi tornar um problema de aspeto / funcionalidade numa oportunidade de melhorar o servidor doméstico colocando na baía de 5,25 dois discos. 
A solução nada tem de transcendente, apenas escolhi uma gaveta de discos que fosse de encontro às minhas necessidades: uma Icybox Hot Swap Icydock Duo 2.5"+3.5" SATA/SSD, ou seja, permite colocar um disco de 2,5" e outro de 3,5".



Como dá para verificar, a gaveta possui uma alimentação única para ambos discos e 2 entradas SATA. Ora aqui é onde reside o principal problema do HP Microserver, pois na parte de cima apenas possui 1 interface SATA para a unidade de DVD, não existem mais interfaces SATA disponíveis no servidor.

A solução encontrada passa por ligar um cabo eSATA para SATA e ligar um dos discos à porta eSATA que se encontra no exterior do servidor, é alguma bricolage, pois é necessário dobrar parte de uma das portas PCI-X e fazer o cabo passar para a parte de cima. Tarefa que ainda não consegui realizar, pois não existem para entrega imediata estes cabos no mercado... Nem sequer na famosa Aquario cá no Porto.

Ficam as fotos finais do pequeno melhoramento efetuado.







0 comentários:

Análise: eReader Kobo Aura

Decidi alargar o digital da minha casa a mais um aspecto que até hoje pouco tinha utilizado: Livros Digitais.

Dessa forma como incentivo para ler mais decidi comprar um Kobo, mais especificamente o Kobo Aura:
As especificações podem ser vistas na integra no site:
http://pt.kobo.com/koboaura#techspecs

Não vou fazer um review integral, mas dar para já as minhas primeiras impressões.

Aspectos positivos:
  • Boa duração de bateria;
  • Fácil configuração;
  • Integração com o pocket (http://getpocket.com);
  • Retro-iluminação;
  • Aplicação de Leitura para android, IOS, PC, Mac;
  • Design simples e apelativo;
  • Botão físico para desligar a iluminação (e gestão da luminosidade com gestos);
  • Biblioteca com uma boa quantidade de livros gratuitos.

Aspectos negativos:
  • Como acessório só vem com o cabo de dados (é necessário carregar no PC ou ter adaptador para ficha), no meu caso nem é muito negativo, já que tenho esse acessório de telemóveis;
  • Não existe software de gestão de livros base para computador (utilizo http://calibre-ebook.com/ o equivalente ao XBMC para livros).

Qual o motivo para comprar um eReader quando já se tem um tablet?
No meu caso lia pouco no tablet, visto a iluminação cansar os olhos, especialmente à noite e ser impossível ler com sol. Assim como a autonomia ser reduzida num tablet para leitura, já que o ecrã gasta bastante bateria.
Dessa forma preferi investir num dispositivo dedicado apenas para leitura. A meu ver ao fim de ler 10 livros já deve compensar o investimento.
Assim o tablet é para internet, videos e jogos, o Kobo é para leitura.

Onde obter Ebooks Gratuitos?

Do site da Kobo:
Em inglês:
Em Português:
Sites Genéricos:

0 comentários: