Análise: Teclado Rii Mini One i28

Hoje vou-vos falar do Rii Mini One i28 que me foi enviado pela Riitek. Na minha opinião vou-vos falar do ferrari deste tipo de teclados. Dos melhores comandos que já utilizei até hoje, temos o que possa fazer falta integrado num único aparelho deste género.

Apresentação


Dentro da caixa vamos poder encontrar o teclado, um pequeno manual em inglês, um cartão de boas vindas a produtos Riitek e um cabo microUSB para carregar.





Touchpad




Na parte superior do comando temos o touchpad, que combina perfeitamente com os botões esquerdo e direito posicionados em cima para complementarem o rato. O touchpad é suficientemente grande para se utilizar correctamente sem grandes problemas.


Airmouse


Activado com as teclas Fn + AltGr, responde correctamente aos movimentos, no entanto é um airmouse para ser utilizado com as duas mãos devido ao formato do comando, é a funcionalidade que menos utilizei, visto o touchpad ser mais que suficiente, também complementa perfeitamente com os botões do rato por cima.

Teclado



O teclado tem botões generosos para o tamanho, e é fácil acertarmos nas teclas que queremos sem nos enganarmos.
Além disso temos dois botões maiores com atalhos mais utilizados em mediacenters, dessa forma ao lado do touchpad vamos ter do lado esquerdo botão para play/pausa, aumentar e diminuir o volume, assim como passar para a reprodução posterior. Do lado direito vamos ter o equivalente às teclas direccionais e o OK.
No caso da análise o layout do teclado é espanhol, a Riitek enviou-me da loja na amazon espanhola para chegar mais depressa. Para mim a ausência do ç por troca do ñ não me trouxe problemas (pois o ç continua lá mas noutro local), e o resto das teclas são quase idênticas ao layout PT.

Bateria


Testei o comando cerca de duas semanas precisar de o carregar, com utilização de cerca de 1 hora por dia, ligando algumas vezes a retro-iluminação e testando o microfone e headphones.
Possivelmente com uma utilização mais puxada poderá durar menos tempo, mas de certeza que pelo menos uma semana vai sempre aguentar, e como é possível utilizar enquanto se carregar e o carregamento é relativamente rápido, demorou-me menos de 2 horas a carregar.

Outras funcionalidades


- Existem 3 leds que indicam a conexão com o aparelho, a resposta das teclas e indicador de estado do carregamento.
- A melhor funcionalidade deste comando para mim é a retro-iluminação, que se acciona com a tecla Fn + Ç, uma das funcionalidades mais dou utilização, para quando utilizo com ligação à minha box android com as luzes desligadas, facilitando-me assim a pesquisa.

- Também temos presente o microfone e entrada jack para headphones (activando-se com a tecla Fn + W), o que torna possível a utilização de aplicações que necessitem de microfone, assim como podemos ouvir conteúdo do aparelho ao qual ligamos sem fios. Neste caso a ligação dá bem até cerca de 10 metros em linha de visão, mais que isso já começa a existir alguma interferência.
- O comando entra em modo stand-by passado 20 segundos e é activado carregando em qualquer tecla, o que é bom para a poupança de bateria, além disso tem o botão de on/off no topo para uma poupança ainda melhor.

Video Complementar com testes


Especificações


Marca: Riitek
Modelo: RT-MWK28 ES
Peso: 127 gramas
Tamanho: 14,8 x 2 x 10,2 cm
Funcionalidades: Touchpad, airmouse, teclado, teclas de atalho, retro-iluminação, microfone, entrada jack para headphones.

Conclusão


Pelo preço e funcionalidades acho que não devem conseguir arranjar melhor comando/teclado/etc
Não existe nenhum ponto negativo a apontar, apenas algo que eu não gosto tanto num airmouse é não dar jeito para utilizar com uma mão, ou seja é possível utilizar, pessoalmente eu não uso tanto essa funcionalidade por preferir um airmouse mais com formato de comando de TV, no entanto o touchpad é mais que suficiente para a tarefa de utilizar o rato.

Caso pretendam comprar o modelo analisado: Rii Mini One i28

0 comentários: