Análise: Tronsmart Vega S95 Telos

Hoje vou-vos falar de uma box interessante da Tronsmart, com características muito boas e ligação externa para SATA.

Apresentação


Dentro da caixa vamos poder encontrar a box e os acessórios todos muito bem organizados em divisórias, algo que deveria ser adoptado por todas as marcas, mas não sendo isto o essencial, vamos ao que interessa. A box em si é bastante pequena e bem discreta. Na parte da frente não vamos ler ligações.



Em relação ao lado esquerdo vamos ter a ligação SATA e do lado direito vamos ter duas entradas USB 2.0 e entrada para cartão SD.


Pasando para a parte de trás, vamos ter a maior parte das conexões, dessa forma vamos ter a entrada para energia, audio óptico, ethernet gigabit, HDMI 2.0 e outra entrada USB 2.0.


Na parte de cima apenas vamos ter as letras a identificar a marca, e na parte de baixo vamos ter uma base mais aborrachada e um pequeno buraco a indicar Fn, que será para activar o modo de recovery.


Falando dos acessórios, a acompanhar a box, vamos poder encontrar o cabo SATA, cabo HDMI, comando IR, e um transformador de 12V, 2A, assim como um pequeno manual de instruções.



Interior da box


A mesma qualidade que aparenta ter do lado de fora da box, nota-se do lado de dentro da mesma.
Abrindo a box, do lado de baixo vamos poder ver um autocolante brilhante a indicar que é uma Tronsmart Vega S95, assim como salta à vista a antena existente que aparenta ter bom aspecto para captar melhor a rede, apesar de ser uma antena interna. O chipset deste wifi é a AP6335.
Do lado de cima consegue-se ver que tem um dissipador generoso (não do maiores já vistos, mas mesmo assim grande para a média habitual).
Pode-se também ver na board da box a indicação de alguns conectores (HDMI 2.0, USB 2.0, SPDIF, gigabit ethernet, WIFI+BT e IR).






Comando


Estamos a olhar para um comando simplista, apenas com os botões principais para navegação, precisa de duas pilhas AAA para operar. Podemos também ativar a opção de rato, em que se comanda o mesmo com as teclas direccionais, alternativa que nunca recomendo por não ser simples de utilizar.
Dessa forma para teclar nesta box um comando adicional será sempre necessário ou outro periférico que já tenham. Para o KODI será suficiente para a navegação na app.


Navegação


Esta box vem com Android 5.1.1 e tem cerca de 11GB livres para utilização. Em relação ao launcher trás um que já é habitual neste tipo de boxes, em que temos uns icons maiores com secções para colocarmos aplicações relacioandas com o icon, e na parte de baixo podemos sempre adicionar as nossas apps diretamente.
A box já teve um update, portanto podemos contar com suporte oficial por parte da marca, além de que podemos encontrar as ROMs todas no site oficial da tronsmart, aqui. Assim como no fórum da Tronsmart.
Como curiosidade já é possível instalar Remix OS na tronsmart (ver aqui), na altura em que foi feita a análise ainda não estava disponível.
Durante a utilização a box não passou os 65ºC e a navegação sempre foi fluída.





Wifi

Em relação ao wifi conseguiu-se velocidade de 24,33MB/s, tendo em conta que a internet nos testes e de 30MB/s e estávamos a cerca de 5-6 metros do router, com um obstáculo pelo meio, é um resultado bastante positivo.


SATA

Consegue-se utilizar sem problemas. De notar que a funcionalidade deve ser sempre ativada manualmente nas opções como mostrado nos testes.

Benchmarks


A1 SD


Quanto a velocidade da RAM conseguimos obter velocidades na ordem dos 2400MB/s enquanto que leitura e escrita obtem valores respectivamente de 35,95MB/s e 12.51MB/s.
São valores bastante aceitáveis para uma box nesta gama de preços.



3D Mark


Quanto ao 3D Mark obtivemos 4347 pontos.


Antutu V6.0


No antutu conseguimos obter 36126 pontos.


Antutu Video Tester


No Antutu video tester consegue 903 pontos, o que equivale a 27 formatos bem reproduzidos e apenas 3 parcialmente nos formatos avc, vp8 e mpeg-4.





Geekbench 3


Já no geekbench obtem-se 611 em single core e 1769 em multi core.




Vellamo V3.X




DRM


Quanto a licenças DRM vamos ter licença widevine de nivel 3, ou seja em aplicações protegidas vai conseguir fazer stream no máximo em SD (netflix, por exemplo).




KODI


Os testes foram realizados na versão da Vidon XBMC que vem instalado na box (versão 14.2) e no KODI 15.2.

Fica aqui a nota, que enquanto o KODI oficial não tiver melhorias para o amlogic S905 deverão utilizar a versão da Vidon XBMC que vem instalada neste aparelho para terem melhores resultados no KODI.



Em relação aos testes foram realizados os mesmos testes de todas as outras boxes, e adicionalmente de h265 10-bit.
Conseguiu reproduzir quase tudo, apenas não reproduziu a 100% h265 a 60fps assim como h265 em 4k, no entanto será mesmo limitação do hardware e não de software, apesar de que tendo em conta que no Player nativo correu melhor, poderão existir melhorias no KODI para diminuir esta situação. No Vidon XBMC todos esses formatos que não correram no KODI oficial, deram sem problemas.
No jellyfish a reprodução também ficou-se no máximo nos 80MB/s, que é na mesma bastante superior à qualidade máxima de um blu-ray.

No Vidon XBMC:

VídeoResultado
H264
Jellyfish-80-Mbps.mkv (restantes a cima não deram)OK
Sintel.2010.4k_24fps.mkvOK
bbb_sunflower_1080p_60fps_normal.mp4OK
bbb_sunflower_1080p_30fps_normal.mp4OK
Sintel.2010.1080p_24fps.mkvOK
H265
tos-4096x1720-tiles_24fps.mkvOK
bbb-1920x1080-cfg02_60fps.mkvOK
elephants-dream-1080-cfg02_24fps.mkvOK
tos-1720x720-cfg01_24fps.mkvOK
hevcds_2160p60_Main10_20M.mp4OK
hevcds_1080p60_Main10_8M.mp4OK

No KODI 15.2:

VídeoResultado
H264
Jellyfish-80-Mbps.mkv (restantes a cima não deram)OK
Sintel.2010.4k_24fps.mkvOK
bbb_sunflower_1080p_60fps_normal.mp4OK
bbb_sunflower_1080p_30fps_normal.mp4OK
Sintel.2010.1080p_24fps.mkvOK
H265
tos-4096x1720-tiles_24fps.mkvNOK (som sem imagem)
bbb-1920x1080-cfg02_60fps.mkvNOK (com bastantes soluços)
elephants-dream-1080-cfg02_24fps.mkvOK
tos-1720x720-cfg01_24fps.mkvOK
hevcds_2160p60_Main10_20M.mp4NOK (som sem imagem)
hevcds_1080p60_Main10_8M.mp4NOK (com bastantes soluços)

Jogos e outras aplicações


Como sempre foram testados o Asphalt 8 e os Angry Birds e a box não apresentou qualquer problema neste ponto.
Quanto a multimédia foi testado o Iris Online e o netflix, duas aplicações em que o conteúdo foi reproduzido sem problemas.

Videos Complementares



Especificações




Pontos positivos

- Bom comportamento ao nivel global;
- Pequena (por comparação com outras);
- Ligação SATA;
- Suporte ativo para updates OTA e já é possível testar Remix OS;
- H265 10-bit.


Pontos negativos

- Não tem botão físico para ligar e desligar (pode ser visto como funcionalidade para algumas pessoas e ser negativo para outras);
- Algum trabalho necessário no KODI para formatos mais exigentes (utilizador normal não deverá reparar).

Conclusão


Estamos a falar de uma box com um bom comportamento de forma global, com um tamanho pequeno e discreto, apenas precisa de algum trabalho no KODI (em formatos que para 99% dos utilizadores não tem utilidade), mas não é defeito da box em si, mas devido ao processador S905 ainda precisar de ter o software mais optimizado, tirando este detalhe (que para o aparelho é colmatado com o Vidon XBMC), que deve ser resolvido brevemente de forma oficial, tudo o resto é bom, além de ter a vantagem de se poder utilizar ligação SATA.
Não apresentou problema no Asphalt 8, dessa forma é box que é compatível para jogarmos alguns jogos.
Diria que esta é uma box para quem procura algo no estilo da Minix U1, mas num preço ligeiramente mais acessível.

O meu agradecimento à Geekbuying pelo envio desta box para testes.

Onde comprar: Geekbuying.com

De notar que esta vem de armazém europeu, dessa forma não existem preocupações com alfandega. E tendo em conta que vem de Espanha, chega em questão de dias.

Por: Carlos Correia

0 comentários: