Análise: Smartphone Huawei G8

Hoje estamos aqui para falar do Huawei G8, que nos foi enviado pela Huawei Portugal :) Estreia aqui na análise de smartphones com ecrã de 5.5''.


Apresentação


O Hauwei vem numa caixa preta simples e relativamente pequena, o telemóvel em si apresenta um design simples e moderno. A unidade que nos foi enviada é branca com a designação de "Mystic Champagne", o frame é em alumínio.
Na parte superior vamos ter então os sensores de proximidade e luminosidade e a camera de 5 MP, e em baixo a indicação da marca Huawei.
Do lado esquerdo temos a ranhura para inserir 2 cartões microSIM, ou então 1 cartão microSIM e 1 cartão microSD.
Do lado direito vamos ter o botão de energia e um botão unificado para aumentar ou diminuir o volume.
Em cima vamos ter o jack 3,5mm para auriculares/mãos livres e um microfones para redução de ruído.
Em baixo temos então entrada microUSB para carregar e a coluna de som.
Por trás vamos ter a camera de 13 MP, sensor de impressões digitais e flash duplo.



Acessórios

Quanto a acessórios, vem acompanhado com  cabo USB->microUSB, auticulares com microfone, peça para conseguir-se colocar os cartões SIM (uma espécie de clip). os manuais de instruções e um carregador de 5V.


Navegação


Estamos então a falar de um smartphone com 32GB dos quais cerca de 20GB dão para utilizar.
Tem um Snapdragon 615 octa-core a 1.50GHz e 3GB de RAM. Tem um ecrã de 5.5'' e resolução
O Interface gráfico é o EMUI 3.1 e vem com android 5.1.1, no momento dos testes já vinha com todas as atualizações feitas, pois não encontrou nenhuma disponível.
O interface é simples, com um aspecto limpo e organizado, mostrou-se sempre fluído.
O sensor de impressões digitais atrás é interessante e funciona mesmo com o dedo posicionado de diferentes ângulos.



Bateria


Quanto à bateria a mesma não é amovível, e a duração é sempre um pouco relativa, tanto pode durar 1 dia como 2 dias, depende muito se vão utilizar sempre Wifi e 3G se tem m ecrã ligado muito tempo, cada vez as variáveis são maiores devido à utilização que se pode dar ao smartphone.
No entanto durante os benchmarks e testes pelo menos 1 dia de utilização durou.
O carregamento depois deverá demorar cerca de 2 horas.


Existe também a possibilidade de ativarem a Economia de energia, de forma a tentar fazer com que a bateria dure um pouco mais quando está com pouca bateria.


Aplicações Extra

Foram testadas algumas aplicações, assim como alguns jogos e o smartphone não mostrou problemas em nenhum, nos jogos rodou Asphalt 8 e Angry Birds, nas aplicações, o Neflix, Iris Online e KODI.

Camera


Quanto à camera na minha opinião consegue boas fotos, assim como bons videos. Deixo então alguns exemplos para poderem comprovar melhor.



Frontal



Fotos interiores



Panorâmica



Fotos exteriores



Em video deixo alguns exemplos:

Benchmarks


A1 SD


Quanto a velocidade da RAM e da memória interna, podemos contar com cerca de 118MB/s de leitura e 70MB/s de escrita, e 4773MB/s de cópia na RAM, o que são muito bons valores.


Antutu V6.X


No antutu conseguimos um resultado de 32625 pontos.



Geekbench 3


Já no Geekbench em single-core obtêm 663 pontos e em multi-core 2545 pontos.


Vellamo




Especficações Principais


- Ecrã 5.5 Polegadas, fullHD 1920x1080p;
- Processador Qualcomm Snapdragon 615 Octa Core - 1.5GHz;
- 3GB RAM + 32GB ROM;
- Câmara traseira 13 MP + 5 MP Frontal;
- SO Android 5.1 Lollipop;
- 4G LTE;
- Bateria de 3000mAh.

Mais detalhes em: http://consumer.huawei.com/minisite/worldwide/g8/

Video Complementar

Pontos Positivos


- Boa resolução de ecrã (fullHD);
- Boa construção;
- 3GB de RAM;
- Possibilidade de utilizar microSD.

Pontos Negativos


- Bateria não é amovível;
- Tem-se de optar por usar 2 microSIM ou microSIM e microSD (ou seja não dá para ter 2 microSIM e 1 microSD).

Conclusão


Estamos a olhar para um bom smartphone da Huawei, com boas especificações e pensado para durar uns bons tempos.
Gostei da qualidade das fotografias (sem ser fotografo profissional), assim como da qualidade de construção. O ecrã de 5.5'' ainda é um pouco grande para mim, mas isso já depende de cada um, é claro que ficamos com um grande ecrã para utilização como mediacenter portátil.
Já não tinha contacto direito com telemóveis da Huawei, desde o tempo em que os mesmos apareceram como soluções lowcost no mercado Português, e posso dizer que agora nada tem a ver com esses e são mesmo smartphones de referencia e topo.

O meu obrigado à Huawei pela oportunidade dada para experimentar este G8.


Por: Carlos Correia


0 comentários: