Análise: Roseapple Pi

Será mais uma board? Apresento-vos Roseapple Pi, uma board ou um mini PC um pouco mais audaciosa do que as restantes do ramo Pi.
Com uma hegemonia conhecida dos Raspberry, esta board oferece um pouco mais, tendo uma configuração superior com 2 Gb de RAM, torna a sua utilização mais apetecível.


Apresentação





As especificações desta board contam com:

  • - Processador Quad-Core ARM Cortex-A9, 
  • - GPU PowerVR SGX544 
  • - 2 Gb de Ram DDR3
  • - Porta USB 3.0 e duas 2.0

Para teste, é disponibilizado no site do fabricante dois sistemas operativos, Debian 8.0 e Android 5.1.1 (http://roseapplepi.org/index.php/resources/download/), que facilmente se instalam num cartão micro SD com tamanho mínimo de 8 Gb.




Processador com dissipador de calor.



Duas portas USB 2.0, uma porta USB 3.0 e porta Ethernet.



Saída HDMI, saída de Audio e Slot de cartões micro SD.

Teste de Benchmark.



Porque comprar Roseapple Pi?

Comparativamente aos seus concorrentes mais diretos, existem dois pontos que se destacam:
  • A presença de 2Gb de Ram;
  • Porta USB 3.0.

Apesar de ter um bom desempenho onde se nota uma boa fluidez e capacidade de reposta, esta board já foi anunciada em alguns sítios como tendo uma qualidade de fabrico um pouco baixa, no entanto nada a olho nu foi detetado.
Uma mais valia para esta board seria a integração de  Wi-Fi e Bluetooth, tornando-se então uma séria candidata a combater o domínio Raspberry.


A board pode ser comprada diretamente no site: http://roseapplepi.org/ onde podem também consultar mais informações sobre a mesma.






0 comentários: