Getty Images processa homem por roubo de imagens


Para quem lê pouca importância pode ter, no entanto para quem partilha existe sempre ou deveria existir alguma preocupação com a obtenção das fotografias para artigos.
Por vezes para artigos partilham-se fotos que se arranjam facilmente no google ou até noutros artigos, no entanto é necessário manter no mínimo os créditos/fontes das mesmas, já que a forma como a fotografia está protegida por copyrights poderá não permitir a partilha noutros locais.
Da minha parte tento sempre ter essa preocupação e tento utilizar imagens gratuitas, as minhas próprias ou até de lojas que não se importam que se partilhem as fotos.
Mas é claro que às vezes noticias destas nos levam a pensar se já não cometemos alguns erros no passado e nos esquemas bem mais complexos que se fazem e que trazem mais prejuízos aos donos das fotos.

Tirando este à parte, vamos à noticia em si :)

A Getty Images abriu um processo contra um homem que, supostamente, estava a vender imagens do catálogo da empresa em alta definição num grupo do Facebook. 
A Getty acusa Walter A. Kowalczuk de ter comercializado milhares de fotos, as imagens eram vendidas em lotes de 400 imagens e cada uma custava 0,75$.
O esquema foi descoberto quando um parceiro da Getty viu as fotos no grupo e avisou empresa. 

A Getty fez um total de 29 compras de imagens de Kowalczuk, para verificar a situação.
As imagens eram entregues ao comprador através de um site de partilha de arquivos.
Agora a Getty está a processar Kowalczuk por vários delitos.

Fonte: PDN

0 comentários: