Análise: Smartphone UMI MAX


Aqui fica a análise do UMI MAX, um smartphone que me surpreendeu bastante e que tendo em conta o preço é capaz de ser uma solução bastante interessante para muita gente que quer gastar a baixo de 200€ por um smartphone.



Unboxing



Começando pela parte frontal na parte superior vamos ter então a câmera, sensores de proximidade, e em baixo temos a meio um led notificação e aos lados botões físicos mas que não tem retro-iluminação.
Do lado esquerdo temos o botão de energia e os botões de aumentar e diminuir o volume.
Do lado direito vamos ter um botão programável e o local para colocar dois cartões sim ou então um cartão sim e o cartão microSD.
Em baixo temos as colunas de com e USB Type C e em cima o jack 3.5mm.
Para terminar por trás vamos ter o sensor de impressões digitais, led duplo e câmara e microfone.
Nota-se bem o peso do smartphone muito possivelmente pela bateria enorme de 4000 mAh.



Acessórios


Quanto aos acessórios demos contar com o cabo USB -> Type C, carregador de 5V 1A e manual de instruções com a peça necessária para aceder à zona para colocar os cartões.


Utilização


Estamos então a olhar para um smartphone com Android 6.0 muito simplificado e bastante stock, dessa forma não fica carregado com GUI's mais pesados ou launchers. A utilização é sempre fluída e é mais que apropriado para uma utilização intensiva e vai servir a utilizadores mais exigentes.

Temos então 3GB de RAM, e dos 16GB de ROM temos cerca de 10GB livres para instalar o que for necessário.

Existem algumas configurações interessantes como parametrizar a cor do LED de notificações, perfis de utilização de bateria, podemos ainda configurar o botão do lado esquerdo para fazer alguma operação especifica e em relação aos botões físicos podem ser desactivados e passamos a ter botões virtuais no ecrã, que também podem ser parametrizados.

Gostei bastante também do sensor de impressões digitais, já que anteriormente tinha testado no Vernee Thor e este já é muito melhor. Na minha utilização quase nunca falhou e reconhece o dedo sem problemas em diferentes posições.

O ecrã apresenta cores vivas e em termos de multi-toque podemos contar com reconhecimento até 5 dedos.

Em termos de aquecimento, quando se está a puxar mais pelo smartphone, como é habitual nos mediatek nota-se que nas costas fica mais quente, mesmo assim nada que pareça excessivo, em termos de leitura no CPU-Z, nunca passou dos 60ºC.

Em relação a aplicações e jogos correu tudo que coloquei para testes (TV Vodafone, NOS TV, Netflix, KODI, Asphalt 8, etc, podem ver um pouco no vídeo de análise).




Conectividade


Não detectei nenhum problema neste aspecto, o mais longe do router em Wifi (mais de 10 metros) consegui velocidades de 33Mbps e a cerca de 5 metros consegue-se 74Mbps e em 3G e 4G os valores também parecem ser positivos.




Atualizações


No momento da análise pelo menos uma atualização por OTA foi possível realizar. O que indica que este método está a funcionar e poderão vir a existir mais atualizações para melhorias/correcções a bugs detectados por utilizadores.



Bateria


Uma das melhores características deste smartphone para mim será sem dúvida a bateria. Com uma utilização relativamente moderada consegue-se 2 dias sem grandes problemas. Numa utilização mais reduzida a duração da bateria consegue chegar ao dobro. Mas é claro que se estivermos a jogar um jogo, 3G, Wifi, etc a bateria acaba por durar apenas um dia.
Posteriormente podem contar com cerca de 2 horas para voltar a carregar a bateria.


Câmera


Em relação à câmera, ainda não estamos a olhar para uma câmera excepcional, mesmo assim acho que já se comporta muito bem em maior parte das situações.
Pode-se ver por alguns exemplos que é possível tirar fotos com boa qualidade.



Benchmarks


Nos benchmarks podemos ver que temos bons resultados, o que é muito bom para esta gama de preços.
De notar os bons resultados em termos de velocidade RAM e velocidade de eMMC.

3D Mark




Antutu



Geekbench 4



A1 SD



Vellamo


Especificações



- Ecrã de 5.5 Polegadas 2.5D Corning Gorilla Glass 3 Sharp FHD;
- Processador Helio P10 MTK6755 Octa Core a 1.8GHz;
- Corpo em Aerospace-classe Alumínio;
- Leitor de impressões digitais;
- 3GB RAM + 16GB ROM, entrada micro SD até 256GB;
- Camera traseira de 13 MP Panasonic com Dual flash , frontal de 5 MP;
- SO: Android 6.0;
- USB Type C;
- Bateria de 4000mAh;
- Dual SIM: Micro SIM + Micro SIM ou SIM + MICRO SD.


Pontos Positivos


- Duração da Bateria
- Camera
- Qualidade de Construção
- LED Notificações
- Leitor de impressões digitais

Ponto Negativo


- Peso (com uma bateria de 4000 mAh não se poderia esperar outra coisa)

Conclusão


 

Bem pessoal, este smartphone foi um que me subiu o patamar na apressiação que tenho nesta gama de preços (150-200€) e vai-me de servir sem dúvida como base de comparação com outros smartphones que irei analisar no futuro.
Recomendo sem qualquer problema este smartphone a qualquer pessoa que esteja a pensar comprar dentro desta gama.

Adorei a duração da bateria, a câmera já corresponde a algumas expectativas e globalmente não existe assim nenhum defeito de especial a apontar.

É um smartphone a ter debaixo de olho, e a não esquecer que para mais exigentes também tem a versão Umi Super e Umi Plus que serão upgrades de RAM e CPU a esta versão.

Onde Comprar: Gearbest (cerca de 153€) Cupão desconto: UMIMAXES

E como sempre podem utilizar o método "Priority line", para vir reencaminhado por Espanha e evitar grandes problemas com a alfandega.

0 comentários: