Gearbest sem Alfandega - Considerações para quem vive nas Ilhas




Bem, estou a fazer este post apenas para deixar algo claro, já que nos últimos posts que falo da Gearbest, indico que os métodos que existem para não ter problemas na Alfandega apenas são para Portugal Continental.

No entanto já reparei que não tem sido muito claro em todo lado (fóruns, grupos, outros sites), e espero que pelo menos pela AMCD ninguém das ilhas fique com uma ideia e depois seja outra.

Já desde o fim do ano passado, diria que Outubro/Novembro, os métodos "Priority Line" - "Spain Express", no armazém da China, e "Standard Shipping" - "Local Direct Express", no armazém HK-2, deixaram de funcionar como forma das encomendas não terem problema na alfandega para quem vive nas ilhas (não tenho feedback relativamente a armazéns já na Europa).

Ou seja, neste momento, estes métodos apenas funcionam para Portugal Continental.

O que acontece quando alguém das ilhas encomenda por este método, é que maior parte das vezes, a Gearbest avisa que não pode enviar e pergunta se querem escolher outro método. Nesta situação existe menos problema, porque a pessoa ao mudar já sabe que pode ter alfandega.

O problema é mesmo quando a Gearbest altera sem avisar e a pessoa pensa que vem pelo método correto e acaba por vir pelos métodos tradicionais que podem parar na alfandega, e depois tem as taxas normais sem estar a contar.

Eu tinha ideia que a segunda situação da Gearbest enviar por outro método sem avisar tinha acabado, no entanto tenho ideia que aos poucos tem vindo a aumentar novamente.

Os diferentes posts que já falei sobre o assunto e feedback:
- Métodos a utilizar que funcionam para Portugal Continental;
- Seguir encomendas;
- O que ter em conta de taxas na Alfandega;

Dentro das possibilidades vou tentar avisar novamente a Gearbest para ter cuidado com isto e sempre que verificar que alguém das ilhas pediu pelo método para realmente avisar sempre e fica a cargo da pessoa escolher.

No entanto de momento não aconselho a ninguém que more nas Ilhas a usar estes métodos. E caso queiram usar, perguntem primeiro à Gearbest e confirmem a 100% antes de encomendar.

Como a alteração ao método foi relativamente recente, não alterei posts antigos em que não referencio esta diferença, espero que futuramente, o leitores da AMCD, especialmente os das ilhas, já tenha a informação toda. Se alguma coisa mudar no entretanto faço um update.

12 comentários:

  1. Confirmo que alteraram a forma de envio sem autorização. Quando disse para cancelarem a encomenda se não fosse como a tinha realizado, informaram que já tinham enviado. (Ponta Delgada). :-(

    ResponderEliminar
  2. Boas,

    Sou do Funchal, Madeira, e apesar Dem já ter feito várias compras pelas gear best ia me aventurar num telemovel esta semana. Depois de ler isto já fiquei com um pé atrás, quer dizer que neste momento não devo pedir algo de valor elevado como um telemovel pois vou pagar alfândega certo ?

    Obrigado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim neste momento é considerar que vão sempre à alfandega para as Ilhas e ver se o preço com IVA compensa mesmo assim. Se não compensar o melhor é ver noutro local.

      Eliminar
  3. Viva. Sou da madeira e habitualmente efetuava compras na gearbest. Depois de uma desilusão com a ida alfandega deixei de efetuar compras na gearbest para valores superiores a 22 euros. Andei a investigar vários sites chineses e descobri o banggood.com. Recomendo vivamente para compras com valores mais altos, já que existe a possibilidade de escolher o método "priotity direct mail", no qual temos de pagar apenas um pequeno valor por esse método de transporte. E resulta efetivamente. Para a Ilha da Madeira vale a pena.
    Continuações de bom trabalho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fica na alfândega de for um telemóvel?

      Eliminar
    2. Não vejo o método "priotity direct mail" em telemóveis da Xiaomi.

      Eliminar
  4. Sou dos Açores e habitualmente efetuava compras na gearbest sem problemas de alfandega. Fiz uma recente e está neste momento na alfandega. Aconteçe que estão a pedir a factura ou um comprovativo do pagamento. Tenho o comprovativo da Paypal (71,97 €) e fiz o download da factura da Gearbest cujo valor é de 22,57 € (Gift). Pergunto, qual o documento a apresentar na alfandega? Parece-me que deverá ser a primeira.
    Agradeço esclarecimento, pois pretendo ir à alfandega na 2ª feira.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Leva comprovativo e print do site do preço.
      Eu diria para pegares na fatura e editares o valor através do word, para estar de acordo com o que realmente pagaste.
      Ou então pedires à Gearbest para te enviar a fatura editada com o valor correto, mas entre eles editarem e tu editares vai dar ao mesmo.

      A Gearbest mete sempre a fatura mais baixa, deve haver paises que não fazem verificações e basta a fatura. No nosso como pedem comprovativo e fatura, o melhor é a fatura ficar de acordo com o que pagaste e não com o valor baixo...

      Eliminar
  5. OK.

    Era isso que eu pensava fazer.
    Mais uma vês obrigado pela colaboração.

    ResponderEliminar
  6. ilha da madeira, mais uma encomenda retida na alfanega,

    ResponderEliminar
  7. Olá Amigos, alguma novidade em relação a este assunto? Gearbest e ilhas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para já não, só mesmo isto: https://www.youtube.com/watch?v=7XHehAgYW_8

      Eliminar