Tecnologia Priberam em 3 novos projetos com financiamento da Google

A Google anunciou os resultados da terceira ronda de projetos financiados ao abrigo do fundo Digital News Initiative[1] e entre os quais se encontram três (dois em Portugal e um na Alemanha) que incluem tecnologia da Priberam.
Os projetos aprovados são da responsabilidade do Público (+Perto[2]), VISAPRESS (Press Delivery Portal[3]) e Deutsche Welle (news.bridge[4]) e têm em comum o facto de incorporarem tecnologias Priberam já existentes ou a desenvolver no âmbito do projecto.
Carlos Amaral, CEO da Priberam, diz que apesar de alguns dos produtos da Priberam já estarem a ser utilizados extensivamente nos média, irá ser feita investigação aplicada no âmbito dos dois maiores projetos agora anunciados, com o objetivo de desenvolver novas aplicações do processamento de linguagem natural e da aprendizagem automática.
"O projeto do Público inclui uma nova componente de escrita automática de texto a partir de dados", explica Carlos Amaral. "Quanto ao projeto da Deutsche Welle, ele incorpora a tecnologia de sumarização automática da Priberam, que demonstra assim a sua capacidade de gestão de informação para além do idioma português".
Já no caso do projeto da VISAPRESS, a Priberam é responsável pelo desenvolvimento total do protótipo da futura plataforma de gestão de conteúdos de imprensa em língua portuguesa.

Parcerias de longa data
A plataforma digital do Público usa desde há anos várias soluções da Priberam para os média no âmbito da classificação das notícias, listagem de notícias relacionadas ou recomendação de conteúdos de forma personalizada.
Por outro lado, a Priberam está presente num projeto Horizonte 2020[5] de monitorização de média com a Deutsche Welle, a BBC e outros parceiros europeus. O projeto com a Deutsche Welle, que foi agora aprovado para receber financiamento do fundo DNI da Google, teve origem no conhecimento das soluções da Priberam como a de sumarização automática.
A experiência de monitorização de média num contexto de um grande projeto europeu foi também decisiva para a VISAPRESS se candidatar a este protótipo com a colaboração da Priberam.
A Priberam, conhecida pelo público por produtos como o FLiP (ferramentas de correção ortográfica e sintática para o Microsoft Office) e o LegiX (bases de dados jurídicas), possui desde há anos uma forte gama de soluções e tecnologias de linguagem natural e aprendizagem automática (machine learning) que lhe tem permitido criar e participar em projetos inovadores para o setor da comunicação social.

0 comentários: