Unboxing e Primeiras Impressões: Tablet Huawei M3 (Kirin 960, 4GB RAM, 128GB ROM)


Aqui está um tablet que vai ser bastante interessante, porque tirando a parte das chamadas é quase um grande smartphone Huawei (com um ecrã de 8.4 polegadas). Vamos então detalhar este tablet um pouco melhor. Já vou deixar algumas impressões, pois o mesmo já me acompanhou nas férias e assim já tenho uma boa opinião da utilização do mesmo.

Unboxing


Logo à partida temos acesso ao tablet com indicação de Huawei em cima, temos a camera frontal e o ecrã de 8.4'', por baixo temos o botão único, que serve para ler impressões digitais, home, voltar para trás e ver as aplicações abertas (é possível ativarem os botões no ecrã, caso não gostem de um botão para tudo).
De um lado temos o botão de energia e botão de volume, do outro não tem nada.
Por baixo temos uma coluna, microfone, microUSB e a slot para microSD (além da memória interna é sempre possível expandir com um cartão).
Em cima temos outra coluna e o jack 3.5mm.
Por trás temos a camera, indicação da marca, indicação de harman/kardon, a parte traseira é metálica, tirando a barra superior onde está a camera. O frame também é em alumínio.
Em termos de qualidade de construção o tablet está excelente, um acabamento mesmo premium, não seria de esperar outra coisa.





Acessórios


Passando aos acessórios também estamos muito bem servidos, temos um earphones AKG com adaptadores em silicone para diferentes tamanhos de ouvido, temos um transformador de 5V 2A, uma película para aplicar ao ecrã, peça para acede ao microSD, instruções e cabo USB -> microUSB.

Com as colunas harman/kardon e earphones AKG, já se está a ver que o audio será um ponto forte!



Utilização


De base o tablet em questão é a versão BTV-W09, ou seja, vem com versão chinesa da ROM, no entanto tem multi-língua, portanto trabalha tudo muito bem sem grandes problemas.
Tem EMUI 4.1.3, com android 6.0, no entanto mal se liga à net, obtém uma atualização, com o changelog todo em chinês, após a atualização passa para EMUI 5.0 e android 7.0.

O interface já é mais que conhecido com o EMUI para qualquer smartphone da Huawei, é mais trabalhado, mas não é demasiado pesado, e facilita a navegação nos menus (se gostam de android stock não é com este tablet que o vão ter).

Na gearbest já existe uma versão BTV-W09, Internacional, e as versão BTV-DL09 também são Internacionais.

Em termos de configurações existe a versão com 32/64/128GB ROM, e sempre com 4GB RAM. Como tem microSD podem sempre ir para a versão mais barata e depois colocar um cartão para expandir o espaço.

Neste caso vou-vos falar da versão com 128GB, que já vem à partida com espaço para tudo e mais alguma coisa.

Com esta versão temos algumas aplicações chinesas que se podem remover, mesmo assim existem algumas widgets que estão apenas em chinês, que para mim não faz muita diferença, o que faz mais diferença seria a falta de loja google. No entanto entrei na app HiApp (loja embutida no tablet) e instalei a Playstore por lá, o que ficou logo a funcionar depois de colocar os dados da minha conta google. A partir desse momento não senti necessidade de trocar a ROM ou de fazer outra alteração. Já que com a loja oficial posso instalar facilmente qualquer aplicação.

O tablet é bastante fluído e realmente não apresenta problema nenhum, o som é excelente, termos colunas stereo torna muito mais agradável o consumo de conteúdo multimédia neste aparelho. O ecrã também ajuda, especialmente pela resolução e pelo tamanho. Já temos um tamanho generoso, mas continua a ser um tablet pequeno.

Maior parte da utilização que dei nas férias foi para ver filmes/séries que fiz download para consumo offline no tablet, e consegui cerca de 5-6 horas de bateria com este tipo de utilização, o que para mim é bom (só o Mipad 3 é que consegue melhor resultado neste aspecto).





Camera


Ainda não testei a 100% as cameras, mas para quem tem um Huawei ou Honor pode ver que em termos de configurações e funcionalidades é idêntico a um smartphone.



Wifi


Nada de especial a reportar neste ponto, o Wifi sempre teve bom comportamento enquanto utilizei o tablet.



GPS


Outro aspeto bastante positivo é a utilização do GPS, já que tem módulo para suportar isso.



Bateria


Como já indiquei em cima, consegue-se utilização para cerca de 5-6 horas, o que me parece suficiente para um tablet deste género, claro que podia ser sempre melhor, mesmo assim com a bateria que tem não me parece mau de todo.



Benchmarks


Neste ponto os resultados são positivos, e os esperados.

A1 SD



3D Mark




Antutu



Geekbench




Especificações



- CPU: Kirin 960 Octa-Core
- GPU: Mali-T880
- Ecrã: 8.4'' 2K com multi-toque para 10 pontos
- RAM: 4GB
- ROM: 128GB
- Bateria 5100 mAh
- GPS, Wifi dual-band

Breve Conclusão


Com preços a rondar os 340€ até 400€, dependendo do modelo que escolhem, pode ser uma solução acertada para quem quer um tablet mais completo e com características premium. De momento parece-me que vai passar a ser o tablet principal e destronar o Mipad 3 que já analisei no passado.
Com este vão ter excelente som, bom comportamento, expansão de espaço, GPS, e mesmo na versão chinesa, consegue-se utilizar a loja google, portanto poucos pontos negativos a indicar para já.

Onde Comprar


Podem encontrar as versões de 32/64/128 nos seguintes links:

- Versão BTV-DL09 (ROM Internacional): Gearbest
- Versão BTV-W09 (ROM Chinesa): Gearbest

Como sempre para Portugal Continental, devem utilizar o método "Priority Line" - "Spain Express" para não terem problemas com a alfandega.

0 comentários: