Projecto Open Source Accelerated Mobile Pages celebra 2 anos



De acordo com o estudo Forrester Consulting Total Economic Impact™ (encomendado pela Google) o projecto AMP, nos últimos dois anos, levou a um acréscimo de 10% no tráfego dos websites e ao dobro do tempo gasto na página. No caso dos websites de e-commerce que usam AMP, o estudo revela um acréscimo de 20% nas conversões de vendas face às páginas que não usam AMP. 

Informação mais detalhada no post abaixo:

Post de David Besbris, VP Google Search, AMP Project Lead at Google

Custa a crer que passaram dois anos desde que publishers e plataformas se juntaram para o lançamento do projecto open source Accelerated Mobile Pages (AMP). Velocidade e experiência de utilização continua a ser mais importante do que nunca na web, com 53% das visitas a sites mobile são abandonadas em páginas que demoram mais do que 3 segundos a carregar. Em dois anos vimos o projecto crescer de um pequeno grupo de parceiros para mais de 25 milhões de domínios de websites AMP. Além do acréscimo no número de páginas também se verificou um acréscimo na velocidade. O tempo médio que leva uma página AMP a carregar a partir da pesquisa Google é inferior a meio segundo. Ao mesmo tempo que estamos entusiasmados com o impacto das AMP até ao momento, há muito mais trabalho para fazer, em conjunto.

Mais utilizadores, maior envolvimento, mais receitas

Depois de dois anos em que websites criaram mais de 4 mil milhões de páginas AMP, hoje compreendemos perfeitamente o seu impacto na velocidade, no envolvimento e nas receitas. Em breve serão revelados resultados do estudo Forrester Consulting Total Economic Impact™ (encomendado pela Google) que mostra que o projecto AMP levou a um acréscimo de 10% no tráfego dos websites e ao dobro do tempo gasto na página. No caso dos websites de e-commerce que usam AMP, o estudo revela um acréscimo de 20% nas conversões de vendas face às páginas que não usam AMP.




O estudo completo será divulgado nas próximas semanas e é o terceiro estudo independente que mostra que publishers e websites de e-commerce estão a ter maior envolvimento e receitas por via das AMP. Na semana passada, a Stone Temple, uma consultora de marketing verificou um acréscimo no tráfego, CPMs e/ou um acréscimo nas receitas mobile na maioria dos publishers e websites de e-commerce com quem falaram. Um relatório da Chartbeat publicado em Junho também verificou que o envolvimento dos leitores com conteúdos AMP é 35% maior  do que com conteúdos mobile standards.


Dados recentes da DoubleClick Ad Exchange indicam que os anunciantes também estão a  ver um maior desempenho nas páginas AMP. 85% dos publishers estão a verificar maior visibilidade e taxas de clicks superiores nas páginas AMP face às outras. E em resultado disto, os anunciantes estão dispostos a pagar mais por esta colocação de anúncios, com 62% dos publishers a verificarem eCPMs maiores nas suas páginas AMP.1 Estamos entusiasmados por verificar que esta tendência continua a crescer à medida que fazemos investimentos adicionais para trazer a velocidade das AMP para construir e servir os anúncios na web.

Potenciado pela comunidade

Tivemos o prazer de ver muitos de vós na Conferência AMP no início deste ano em Nova York. Após este sucesso, a próxima Conferência será realizada em Amesterdão no início de fevereiro de 2018. Os últimos desenvolvimentos nas AMP e a possibilidade de contacto com as principais pessoas que trabalham neste projecto deverão valer a pena  de se envolver um a um com os principais colaboradores que trabalham no projeto, o que deverá fazer com que a viagem valha a pena até à Holanda. :) Em breve, iremos partilhar as datas exactas e como fazer o registo. Antes disso, o Roadshow AMP irá percorrer vários locais na Europa em novembro e no mês seguinte será a vez da China.  
       

O futuro das AMP

O futuro das AMP é muito animador. Para lá do sucesso dos publishers e websites de e-commerce estamos a ver um número cada vez maior de formas diferentes dos websites usarem as AMP, incluindo a combinação da  AMP com Aplicações Web Progressivas (PWA) e a construção de um website inteiro para vários dispositivos com as AMP. Publishers como a Forbes construíram PWAs que utilizam páginas AMP para simplificar o desenvolvimento e garantir tempos de carregamento mais rápidos das suas páginas. Outros, como o Spiegel Daily construíram todo o seu website usando as AMP para garantir uma experiência de utilização fantástica em todos os dispositivos. To highlight these cutting edge and innovative use-cases, we launched the AMP Showcase this week. We'll be adding to this site over time to call out  great examples of well-built and designed AMP pages.

Para tornar mais fácil a criação de páginas AMP criámos a AMP Start , um recurso com modelos e componentes AMP prontos para serem utilizados. Na semana passada, a AMP Start disponibilizou novos modelos de e-commerce suportando websites de exibição de produtos e experiências de retalho. Em breve serão disponibilizados mais modelos para vários tipos de utilização, incluindo negócios locais e revistas digitais.

Resta agradecer a todos os que  tornaram as AMP um sucesso, especialmente aos mais de 400 de vós que contribuíram diretamente com o código para o projeto. Estamos entusiasmados para ver o que o futuro do projeto vai trazer mais, ao mesmo tempo que continuamos a melhorar a qualidade da experiência do utilizador na web. Estamos ansiosos para ver muitos de vós em Amesterdão no próximo mês de fevereiro.

1 Internal Data, DoubleClick, September 2017 -- lift may depend on implementation


0 comentários: