Saiba como proteger-se contra as falhas de segurança WPA2


O anúncio da vulnerabilidade do protocolo de segurança sem fios WPA2, conhecido como KRACK,  que explora a reinstalação de chaves para reter a informação do utilizador e controlar o seu tráfego, deixou a indústria em estado de choque e, à primeira vista, desprotegida, para os biliões de utilizadores deste tipo de tecnologia em todo o mundo.

Mas, além do alerta criado, os clientes dos produtos TP-Link, que podem trabalhar em modo de router e modo de ponto de acesso, podem ‘dormir descansados’ pois não são afetados por este incidente de segurança.


Quando o dispositivo estiver a funcionar em modo repetidor, modo cliente, modo WISP ou o modo bridge WDS, é quando estará vulnerável às ameaças dos hackers.

Por outro lado, é importante alertar o utilizador que esta vulnerabilidade ocorre quando o hacker está fisicamente fechado, dentro do alcance da sua rede sem fios ou quando se conecta ou tenta reconectar à sua rede Wi-Fi.

Como proteger os seus dispositivos
Até que o novo firmware, que resolve esta violação de segurança nos seus produtos, esteja disponível, a TP-Link®, fornecedora mundial de soluções confiáveis ​​de conectividade, recomenda que siga estas dicas:
- Caso use routers sem fio: Certifique-se de que funcionam apenas no modo router ou modo de ponto de acesso e que corrigem o sistema operacional dos seus smartphones, tablets e computadores.
- Caso use adaptadores sem fios:  utilize os patches que os sistemas operacionais de seus computadores trazem.

0 comentários: