Património Mundial em risco, pela primeira vez, em 3D no Google Arts&Culture







A parceria entre o Google Arts&Culture passa a permitir a qualquer pessoa, em qualquer parte do mundo, visitar e conhecer em 3D e com elevado detalhe património da humanidade em risco, incluindo alguns locais encerrados ao público como os famosos templos da cidade de Bagan em Myanmar.
Abaixo o post assinado por Chance Coughenour do Google Art&Culture :  

Preservar as maravilhas do mundo em risco para as gerações vindouras

Chance Coughenour, digital archaeologist and program manager, Google Arts & Culture

Quando Ben Kacyra viu na televisão como os Taliban destruiram, em 2001, estátuas budistas com 1500 anos em Bamiyan, Afeganistão, ele sentiu-se impelido a fazer alguma coisa. Mr Kacyra, que por acaso é um dos criadores do primeiro sistema do mundo de digitalização 3D a laser, percebeu que esta tecnologia poderia ser utilizada para registar monumentos em risco de destruição devido a desastres naturais, guerras, turismo ou ao crescimento das cidades, de modo a poderem ser preservados para as gerações futuras.

Fundou a CyArk, uma ONG que criou o arquivo digital 3D mais detalhado das maravilhas do mundo em risco — um registo duradouro de monumentos em risco de desaparecerem. Agora, o Google Arts & Culture, estabeleceu uma parceria com a CyArk para permitir a qualquer um o acesso às maravilhas virtuais e a partilha das suas estórias.  

Legenda: Templo de Ananda Ok Kyaung em Bagan, Myanmar, permanece fechado aos visitantes devido aos estragos provocados pelo terramoto de 2016. Agora é possível, fazer uma visita virtual ao seu interior  e descobrir as suas famosas paredes pintadas

Com tecnologia moderna, podemos registar estes monumentos com elevado detalhe, incluindo a cor e a textura das superfícies juntamente com a geometria 3D registada pelos scanners a laser e com uma precisão de milímetros. Estes scanners podem também ser utilizados para identificação de áreas danificadas e apoiar nos esforços de restauração.

Legenda: Eim Ya Kyaung em Bagan, Myanmar. O templo foi construído em 1242 e foi danificado por um terramoto

A imagem em cima mostra a estrutura em Bagan, Myanmar, a cidade onde um sismo em 2016 danificou muitos dos seus famosos templos. Antes do desastre, a equipa da CyArk's tinha digitalizado e fotografado o local - interior e exterior, do chão ao topo. Através da informação que recolheram reconstruímos em 3D os principais monumentos da cidade de Bagan e permitir agora, a qualquer pessoa, viajar por entre estes locais de tirar a respiração  e até mesmo entrar nestes templos através de um computador, smartphone ou de um visualizador de realidade virtual como, por exemplo, o Daydream.

Nesta nova exposição on-line é possível a qualquer pessoa explorar as estórias de mais de 25 locais icónicos, dispersos por 18 países em todo o mundo, incluindo o palácio Al-Azm danificado pela guerra em Damasco na Síria ou a antiga metrópole Maia de Chichen Itza no México. Para muitos destes locais, também desenvolvemos modelos 3D que permitem a qualquer pessoa um olhar a partir de qualquer ângulo através do novo visualizador Google Poly 3D do Google Arts & Culture.

Em baixo alguns dos locais incluídos no projecto:


Capturing photogrammetry data at  the historic city of Ayutthaya, Thailand with a drone

3D aerial scan of Ayutthaya
3D point cloud of
El Castillo, the Temple of Kukulcan
in
Scanning of the renowned cliff dwellings of Mesa Verde, USA.

3D model of Mesa Verde's cliff dwellings

Training digital archaeologists at the Somaliland Rock Art site

3D aerial scan of Al Azem Palace in Syria

Ao longo dos últimos 7 anos, estabelecemos parcerias com 1,500 museus de mais de 70 países para disponibilizar on-line as suas colecções e colocar o património cultural mundial na ponta dos seus dedos. Este projecto marca um novo capítulo para o Google Arts & Culture, dado que é a primeira vez que colocamos património e locais em 3D na plataforma.

Para ajudar o trabalho de restauradores, investigadores, professores e toda a comunidade que trabalha para preservar as nossa herança, estamos também a abrir o acesso aos dados recolhidos pela CyArk em todo o mundo. A partir de agora, qualquer pessoa pode submeter um pedido para descarregar os dados com a ajuda da plataforma Google Cloud e poderá usá-los em benefício desses monumentos.

E não é preciso ser-se arqueólogo para descobrir detalhes fascinantes nesta colecção! Descubra o projecto on-line "Património Aberto" do Google Arts & Culture ou descarregue a nossa aplicação gratuita para iOS ou Android.

0 comentários: