Aspiradores Robot, Valem a Pena? A minha experiência! Está na hora de revolucionarem a limpeza em vossa Casa!



Aos poucos tenho vindo aprofundando o meu conhecimento nestes aspiradores, e posso dizer que cada vez estou mais convencido que as pessoas aos poucos vão querer ter uma gadget destas em casa.

Já comecei há alguns tempos a fazer a análise de versões mais simples, que tem um algoritmo mais aleatório.


Comecei mesmo pelo Ilife V5S Pro, um aspirador simples, mas completo, a rondar os 150€, que a meu ver hoje em dia compete bem com os aspiradores do género.



Também tive a oportunidade de testar o outro espectro destes aspiradores, o Roomba 681, e passar para um bem mais caro, a custar 2 ou 3 vezes mais, mas de uma marca que apresenta uma qualidade bem superior, em que deu para validar que acaba por ter melhor poder de aspiração, mas continua sem ter propriedades de mapeamento de divisões ou controlo por aplicação no smartphone.


Nessa altura cheguei a fazer comparativo de ambos os aspiradores para se ter ideia das vantagens ou desvantagens desse tipo de aspiradores, no entanto sem ter testado qualquer aspirador que faça o mapeamento de divisões, já que a revolução para mim acontece com esses...


Também mais recentemente andei a testar um Alfawise X5, que fica mais ao nível do Ilife:



Apenas para terem um pouco melhor ideia do conceito, nos aspiradores sem mapeamento, existe um algoritmo mais aleatório, ou que anda aos S's, aos Z's, anda nos cantos, etc. É garantido que numa divisão passe em digamos 98% dos locais a onde um aspirador chega, mas pode sempre falhar alguns sítios. Não sabem com certeza onde passou e além disso são mais indicados apenas para uma divisão. Além disso saindo da divisão onde tem a base para carregar existe grande probabilidade do aspirador não encontrar novamente a base para carregar (já que é detetada através de IR e tem que estar em vista para encontrar).

Já no que toca ao que fazem mapeamento, sabem dos obstáculos existentes, assim como as áreas que já limparam ou faltam limpar, e dessa forma servem para limpar a casa toda, e não apenas uma divisão. Neste caso eles limpam mesmo seguindo um padrão e já não andam tanto à sorte, além disso pela aplicação conseguem ver o progresso.





Neste ponto testei 3 soluções, a primeira versão do aspirador da Xiaomi, a segunda versão e um Deebot (Versão Chinesa).


Primeira Geração Xiaomi:




Segunda Geração Xiaomi:





Deebot:



Destes 3 posso dizer que a segunda versão do aspirador da Xiaomi é sem dúvida a melhor versão que testei até hoje, com opção de mopa, todas as funcionalidades da primeira versão e além disso detecta os tapetes, para aspirar melhor os mesmos.

Além disso para mostrar todos em funcionamento fiz um pequeno desafio, para terem melhor ideia do comportamento dos últimos que tenho testado:



Como podem ver fica provado assim que aspiram e fazem diferença.
Para mim o Xiaomi primeira geração é capaz de ser a escolha acertada para maior parte das pessoas, e o de segunda geração é sem dúvida o melhor.

Julgo que é algo que faz bastante jeito para quem tem animais e filhos que fazem lixo.

Mesmo que não tenham filhos, dá sempre uma ajuda a manter a casa sem lixo, sem terem que aspirar vocês tantas vezes.

No futuro muita gente vai ter um aspirador destes em casa, se é que já não existe em casa de muita gente!

Onde Comprar:
- Xiaomi Primeira Geração
- Xiaomi Segunda Geração
- Deebot
- Ilife V5S Pro
- Alfawise X5

Como sempre utilizar o método "Priority Line" para evitar problemas com a Alfandega.

3 comentários: