ESET alerta para Fortnite Android fora do Google Play



Os fãs de Fortnite, da Epic Games, aguardam a chegada daquele jogo para dispositivos Android há algum tempo e esse tão esperado dia está quase a chegar. O anúncio foi feito pelos produtores do jogo e o comunicado incluiu uma surpresa bombástica: o APK de Fortnite não estará disponível para download no Google Play, mas apenas no site oficial da Epic Games.

A razão pela qual o jogo não estará disponível através do Google Play foi revelada pelo CEO da Epic Games, Tim Sweeney, numa entrevista conduzida pela GamesIndustri.biz. Nela, o CEO da produtora chamou a atenção para duas razões que levaram a empresa a tomar essa decisão: primeiro, porque dessa forma "podemos ter uma relação direta com nossos clientes". E a segunda razão é económica. A Google mantém 30% dos lucros por cada jogo comprado na loja e considerando que com Fortnite para iOS a Epic Games faturou 15 milhões de dólares norte-americanos nas três primeiras semanas – e sabendo que 85% dos smartphones em todo o mundo são Android – com esta decisão a Epic Games tem muito a ganhar.

Por outro lado, Tim Sweeney comentou que "partilhar os lucros com fabricantes de consolas como a Microsoft ou a Nintendo é muito mais racional, considerando que essas empresas investem muito dinheiro em hardware, campanhas de marketing, etc. Mas em plataformas abertas, 30% parece um custo desproporcional, levando em conta o serviço que é oferecido", acrescentou.

No entanto, para a ESET, o facto de Fortnite da Epic Games não estar disponível no Google Play representa um risco para a segurança dos utilizadores.
"Na ESET, fazemos questão de lembrar que o download de aplicações através da loja oficial da Google é uma garantia de segurança. Há mais riscos no download de apps através de outros sites, onde nem sempre é possível conhecer os controlos de segurança implementados," comentou a propósito Nuno Mendes, CEO da Whitehat, representante exclusivo da ESET em Portugal.

Dada a febre em torno de Fortnite, já existem relatos de jogadores que foram enganados com falsas ofertas do jogo para o Android (antes mesmo do lançamento para este sistema operativo ter sido anunciado) e que viram os seus smartphones serem infetados com aplicações maliciosas. E embora existam casos de aplicações maliciosas no Google Play que conseguem transpor as medidas de segurança, ficando disponíveis para download na loja (pelo menos por um curto período de tempo), o lançamento de Fortnite fora do Google Play pode representar uma oportunidade para que cibercriminosos lancem campanhas maliciosas com o objetivo de tirar partido do sucesso do jogo.

"Sem o Google Play como intermediário, os utilizadores terão de fazer uma instalação manual do jogo, o que por si só elimina algumas das medidas de segurança oferecidas pelo Android. É expectável que muito utilizadores procurem obter o jogo através de pesquisas no Google, o que pode significar acabar numa página com conteúdo perigoso," conclui Nuno Mendes.

A recomendação da ESET é que os utilizadores tomem todas as precauções necessárias. Não estando disponível no Google Play, importa que os interessados em Fortnite para Android obtenham o jogo apenas através do site oficial da empresa responsável pelo título.
Mais informações: http://www.eset.pt/

0 comentários: