Google apresenta novo Google Fit





A Google tem vindo a trabalhar em conjunto com a Associação Americana do Coração (American Heart Association, AHA) e com a Organização Mundial de Saúde (OMS) para perceber a ciência por detrás da actividade física e para ajudar o utilizador a optimizar a quantidade e a intensidade de actividade física que realmente precisa para melhorar a sua saúde. Como tal, a  Google acaba de anunciar o novo Google Fit centrado em torno de dois novos objectivos de actividade (Batimentos Cardíacos e Movimentos por Minuto). 




Muito se fala sobre o que fazer para se ser uma pessoa activa e saudável: "primeiros passos", "a cadeira é o novo tabaco", "sem dor, não há ganho"... até pode parecer um pouco assustador... Por isso, trabalhámos em conjunto com a Associação Americana do Coração (American Heart Association, AHA) e com a Organização Mundial de Saúde (OMS) para perceber a ciência por detrás da actividade física e para ajudar o utilizador a optimizar a quantidade e a intensidade de actividade física que realmente precisa para melhorar a sua saúde.




Objetivos de atividade para melhorar a sua saúde
O novo Google Fit centra-se em dois objectivos simples de actividades baseados nas recomendações para actividade física provenientes da AHA e da OMS: Movimentos por Minuto e Batimentos Cardíacos.

Quando se trata da sua saúde, é importante mexer-se mais e sentar-se menos. Ganhe Movimentos por Minuto para toda a sua actividade e deixe-se motivar para fazer pequenas e saudáveis mudanças ao longo do seu dia, tais como, subir escadas em vez de utilizar o elevador ou conversar com um amigo durante uma caminhada em vez de tomarem café juntos.

As actividades que fazem o seu coração bombear com mais força resultam em benefícios ainda maiores para a saúde. Os Batimentos Cardíacos dão-lhe créditos por estas actividades! O utilizador ganha um ponto por cada minuto de actividade moderada - por exemplo, acelerar o ritmo enquanto passeia o cão - ; e o dobro da pontuação nas actividades mais intensas, como corrida e kickboxing.  Bastam 30 minutos de caminhada rápida cinco dias por semana para ir ao encontro das recomendações de actividade física da AHA e da OMS, de forma a reduzir o risco de doenças cardíacas, melhorar a qualidade do sono e aumentar o bem estar mental. 

Faça contar todos os seus movimentos

Quando o utilizador caminha, corre ou anda de bicicleta ao longo do dia, o Google Fit detecta automaticamente essas actividades pelo smartphone ou pelos sensores do smartwatch, - como o acelerómetro e GPS - de forma a calcular os Batimentos Cardíacos.

Caso o utilizador esteja a praticar um exercício diferente, pode escolher na aplicação essa mesma actividade, por exemplo, jardinagem, pilates, remo ou spinning e o Google Fit calcula os respectivos Batimentos Cardíacos e os Movimentos por Minuto alcançados durante o seu treino.

O Google Fit também se pode integrar com outras aplicações de fitness, tais como o Strava, Runkeeper, Endomondo e MyFitnessPal, para que o utilizador receba créditos pelos Movimentos por Minuto e Batimento Cardíaco obtidos.

O utilizador recebe também dicas e ajuda para ajustar as suas metas ao longo do tempo baseadas na sua actividade.

O diário mostra as suas actividades, conquistas e progresso das respectivas metas entre todas as suas aplicações. Se já utiliza o Google Fit no smartphone Android ou o sistema operativo Wear da Google no seu smartwatch vai reparar nestas alterações nos próximos dias.

Se utiliza o Google Fit pela primeira vez, saiba mais em: google.com/fit  e junte-se a nós para uma vida mais saudável e activa.

0 comentários: