Análise: Xiaomi Redmi Note 5A




Hoje trago-vos a análise de um smartphone que já não é novidade Xiaomi, mas continua a ser uma solução a ter em conta, especialmente para orçamentos mais apertados. E assim vamos falar de um smartphone mais básico, gama de entrada, mas que mesmo assim consegue competir com outras marcas que já lançaram smartphones mais recentes também de gama de entrada.


Unboxing


Basicamente já podemos esperar um smartphone mais simples, com acabamento todo em plástico. Na traseira podemos ver a camera em cima com o flash LED. De lado temos o local para os cartões e do outro o botão de energia e de volume.
Por baixo o microUSB, coluna e microfone, por cima temos o emissor IR, jack 3.5mm e outro microfone.





Acessórios


Neste ponto é o habitual, carregador, cabo e peça para ajudar a colocar os cartões SIM.


Utilização


Não se podem esquecer que estamos a olhar para um Xiaomi de Gama de Entrada, com um processador Snapdragon a condizer com essa gama. Não vai ser um Ferrari, mas para quem precisa de um smartphone para chamadas, algumas consultas na internet, redes sociais e jogos simples, vai chegar e sobrar e não vai pesar muito na carteira.








Camera


Neste ponto também não há surpresas, consegue-se boas fotografias com boa luz, será suficiente para isso mas não é perfeito. A filmar também tem um comportamento mediano, sem estabilização de imagem.


Benchmarks


Antutu




Geekbench





A1 SD



3D Mark




Bateria


Com bateria suficiente para um dia de utilização, já que nunca se vai ter uma utilização mais intensiva com este tipo de smartphone.



Especificações



Conclusão


Como podem ver pelo vídeo, é um smartphone que não tem mau aspeto, mas é todo em plástico, também para poder ter um preço bastante em conta. 


Existem soluções mais recentes, que a meu ver serão mais vantajosas como o Redmi S2 ou o Redmi 6, no entanto é sempre uma solução barata a terem em conta.

Onde Comprar: Gearbest
Para Portugal Continental utilizar o método de envio: "Priority Line", para evitar problemas com a Alfandega.

0 comentários: