Unboxing e Benchmarks: Smartphone Yotaphone 2 (2 ecrãs!)


Estou bastante contente por vos trazer este smartphone à AMCD, ultimamente os smartphones pouca inovação trazem, ou tem ecrã melhor, mais RAM, mais ROM, melhor CPU/GPU, mas andam todos à volta do mesmo.

Este Yotaphone 2 que trago não será top de gama, mas tem uma característica que o torna único, que é ter 2 ecrãs, o frontal que é "normal" e o traseiro em e-ink. Portanto já temos a questão de ter 2 ecrãs, e depois temos o ecrã extra que está sempre ligado e em termos de consumo não consome qualquer coisa.

É possível utilizar apenas o ecrã traseiro, é claro que a imagem vai ser sempre a preto e branco. Em teoria pode aumentar bastante a duração da bateria, e é o que vou explorar mais para a frente.

Vamos então para o unboxing e primeiras impressões.

Unboxing






O smartphone vem muito bem embalado com os acessórios divididos e bem guardados.
Além do smartphone, podemos contar com o carregador (que pode funcionar a 5V/9V ou 12V), cabo USB -> microUSB, peça para podermos colocar o nanoSIM e auriculares (com vários acessórios de silicone para melhor adaptar ao ouvido).
Passando para o smartphone, temos então na parte frontal um ecrã de 5 polegadas. em cima temos camera, sensor proximidade e auscultador, em baixo não temos botões físicos apenas a borda a fazer concordância com a borda superior.
Por baixo temos a saida de som, microfone e microUSB.
De lado temos o botão de energia e o botão de volume, que retirando é o local onde temos para colocar o nanoSIM, achei interessante o aproveitamento do botão para fazer de tampa do local onde meter o nanoSIM. Em cima temos entrada 3.5mm para audio.
Por trás temos um formato convexo, com acabamento mate, com o ecrã de 4.7 polegadas e-ink, flash e camera por cima do ecrã, e indicação da marca por baixo.






Benchmarks


Neste ponto os resultados são bons, mas não tão bons como smartphones com especificações de CPU e GPU bem mais atuais.

3D Mark


A1 SD





Antutu


Geekbench 4


Vellamo




Primeiras Impressões


É verdade que não estamos a olhar para um topo gama, temos um Snapdragon 801 e Adreno 330, o android base é 4.4, mas é possível passar para 5.0 oficial. Temos 2GB RAM, 32GB ROM.
Aqui o que faz mesmo sobressair é o ecrã traseiro em e-ink, que é independente do frontal, com aplicações especificas, mas também pode espelhar o que estamos a ver no ecrã frontal, passando a gastar menos bateria. Além de que ao sol é perfeitamente legível, ao contrario dos ecrãs habituais de smartphone.
Para já estou a gostar bastante da experiência. Claro que passando do Vernee Mars ou Vernee Apollo Lite, por vezes nota-se que é um pouco mais lento, mas em utilização normal, sem ser muito intensiva porta-se muito bem.
Não nos podemos esquecer também que estamos a olhar para um smartphone na gama dos 120€

Onde Comprar: Banggood


0 comentários: