Garmin cresce 15% durante o terceiro trimestre de 2019



A Garmin anunciou os resultados financeiros do terceiro trimestre de 2019, nos quais registou uma faturação global de 934 milhões, o que representa um crescimento de 15% face ao mesmo trimestre do ano anterior. Da igual forma, as áreas de aviação, marítimo, fitness e atividades ao ar livre (outdoor) cresceram 24% relativamente ao terceiro trimestre de 2018. A Garmin obteve ainda uma margem bruta de 60,7% face aos 59,4% do registo homólogo anterior e uma margem operacional de 28%, que tinha sido de 24,2% no período idêntico de 2018.


Nas palavras de Salvador Alcover, diretor-geral da Garmin Iberia, "os números obtidos no terceiro trimestre de 2019 refletem a nossa posição no mercado: Um crescimento contínuo que também é consequência dos grandes esforços feitos em pesquisa e desenvolvimento, que nos permitem oferecer funções avançadas e dispositivos de qualidade, responder às necessidades dos nossos utilizadores atuais e potenciais e até antecipá-las".

Dados por setores
No que diz respeito aos dados por setor, destaca-se o segmento Aviação onde as receitas aumentaram 28%, desempenhando um papel importante nas categorias de pós-venda e OEM, que atingiram este trimestre margens brutas e operacionais de 74% e 35%, respetivamente, o que gerou um aumento na receita operacional em 30%.

O valor de 28% foi quanto a área de Fitness cresceu em relação ao mesmo trimestre do ano anterior, num período marcado pela força dos dispositivos portáteis apresentados na IFA, a principal feira de eletrónica de consumo na Europa: a série de relógios híbridos inteligentes vívomove® 3, a série vívoactive® 4 e o novo relógio inteligente Venu con GPS com ecrã AMOLED sensível ao toque e bateria de longa duração. Igualmente importante foi a contribuição da Tacx®, uma empresa que desenha e fabrica rolos de treino, ferramentas e acessórios, bem como software e apps para treino interior. Entre os seus lançamentos destacam-se a bicicleta inteligente Tacx® NEO Bike Smart, desenhada para uma experiência de ciclismo realista, ou o rolo de treino inteligente Tacx® NEO 2T Smart.

Por sua vez, a divisão Outdoor registou um crescimento de 23% durante este trimestre, um aumento impulsionado em grande parte pelos relógios de aventura – como a série fēnix 6, apresentada durante o ultra-trail de Mont-Blanc e na qual foi lançada a nova versão do tradicional relógio multidesporto, agora com ecrãs maiores, características de desempenho inovadoras como a nova função Power Manager™, para gerir o consumo de bateria ou a função PacePro™, com a qual os corredores podem ajustar o ritmo à inclinação, entre outros. Além disso, graças à exclusiva tecnologia de carregamento solar da Garmin, o utilizador pode aproveitar a vida útil da bateria por muito mais tempo.

Também digna de nota é a excelente receção da coleção MARQ®, que agora incorpora o MARQ® Commander nesta gama de relógios multidesporto premium. Além disso, os equipamentos mais emblemáticos da empresa para a prática de atividades ao ar livre foram atualizados com o novo GPSMAP® 66i à cabeça, que agora combina capacidades de GPS com comunicação via satélite. A linha inReach® merece uma menção especial, já que, desde o lançamento desta tecnologia em 2011, disponibilizou acesso a comunicações remotas para resgate em mais de 4.000 situações SOS, demonstrando a importância crucial das mensagens de satélite bidirecionais em locais remotos onde os seus utilizadores precisam de assistência.

O segmento Marítimo regista um aumento de 9%, proporcionado pela forte procura da linha de plotters e sondas Panoptix™ e Panoptix LiveScope™. Da mesma forma, a solução Garmin Fusion foi selecionada pela Independent Boat Builders para fornecer entretenimento de áudio à sua rede de 19 membros. Recentemente, foi anunciada a entrada da empresa no mercado de motores elétricos para água doce com o Force™, um motor silencioso, potente e eficiente que é bem reconhecido no setor e que ganhou o prestigiado reconhecimento Best of Show na recente edição da Feira ICAST. Méritos como este levaram a Associação Nacional de Eletrónica Marinha (NMEA) dos EUA a nomear a Garmin fabricante do ano pelo quinto ano consecutivo.

Finalmente, a divisão Auto registou uma quebra de 17% como resultado da contração em curso do mercado de PND, embora as margens brutas e operacionais tenham melhorado 48% e 15%, respetivamente. Durante este trimestre foi introduzido no mercado o novo Garmin Overlander™, um navegador GPS off-road projetado para navegação rodoviária e fora de estrada, adaptando-se às necessidades da crescente comunidade deste segmento.

Investimento em I&D e previsões
Além dos números relativos às suas receitas, a Garmin concentra os seus investimentos em I&D, um campo de vital importância para se posicionar como uma marca de referência em todos os seus segmentos de negócio. Deste modo, as despesas operacionais totais durante este trimestre foram de 306 milhões de dólares, mais 7% face ao ano anterior, e registando um aumento de 7% nas despesas de Investigação e Desenvolvimento, principalmente devido ao custo com pessoal de engenharia. A multinacional espera obter uma receita nos próximos meses em torno dos 3,6 mil milhões de dólares, uma previsão baseada nas suas expectativas face aos segmentos de aviação, fitness e atividades ao ar livre.

Eventos e valores Garmin
Finalmente, a Garmin voltou a mostrar uma presença muito ativa também em eventos desportivos que se torna visível a cada fim de semana por toda a geografia ibérica, bem como em locais específicos que reúnem um número importante de participantes. Entre outros eventos, merecem destaque o Garmin Titan Desert (sendo a Garmin Title Sponsor), a Maratona de Barcelona, O nosso Dakar ou o Garmin Team Trail.

0 comentários: