Viajar mais, é a prioridade dos portugueses em 2020



                                                                                    
                                                                   VIAJAR MAIS, é a prioridade dos portugueses em 2020 
                                     "Fazer mais exercício" e "poupar dinheiro" são outras das resoluções populares entre os portugueses.

"Viajar mais" é a principal resolução de ano novo para os portugueses de acordo com o estudo realizado pela empresa YouGov para o YouTube com 56% dos entrevistados a colocarem esta no topo das resoluções para este ano. "Fazer mais exercício" (55%) e "poupar dinheiro" (50%), são outras prioridades populares e que refletem um crescente interesse dos portugueses em adquirirem hábitos mais saudáveis e uma maior preocupação com as suas finanças pessoais.

Aprender/melhorar uma competência é outra das resoluções importantes para os portugueses entrevistados, com 31% dos inquiridos a mostrarem interesse em "aprender uma competência profissional" e 21% intenções de  "aprenderem um novo hobby". E de todos os adultos portugueses que desejam aprender uma nova competência para o trabalho ou um hobby em 2020, 55% planeiam aprender um novo idioma enquanto que 55% pretendem despender mais tempo no seu bem estar pessoal e autodesenvolvimento, o que envolve atividades como meditação, mindfulness, etc. A terceira área mais popular é o exercício físico / prática de um desporto, com 54% dos entrevistados a referirem que esta é uma área que gostariam de melhorar / aprender ou iniciar em 2020.

Estabelecer metas pessoais no início do ano é uma tradição cada vez mais comum por todo o mundo e os dados da pesquisa mostram que, em Portugal, 74% dos entrevistados definiram resoluções de Ano Novo no ano passado e, destes, 74% afirmaram que conseguiram alcançar as metas que tinham delineado.  

A tecnologia desempenha, hoje, um papel importante não apenas para acompanhar a concretização destes objetivos, como por exemplo, através de uma aplicação móvel para medir a ingestão de calorias, mas também para o acesso a conteúdos de qualidade (por exemplo, para aprender exercícios ou receitas saudáveis). Os adultos portugueses que já fizeram resoluções de Ano Novo indicam que as redes sociais (30%), YouTube (27%) e as aplicações móveis (26%) são plataformas importantes e que as utilizaram para ajudar a alcançar as suas últimas resoluções de Ano Novo.

Resoluções de Ano Novo face numa perspetiva geográfica  

A pesquisa, que inclui treze países, oferece uma visão interessante das resoluções mais populares do ano novo em cada região geográfica. Tal como em Portugal, viajar mais é o objetivo comum para adultos na França, Rússia e Itália; enquanto que hábitos saudáveis, como "fazer mais exercício", chegaram ao primeiro lugar entre adultos no Reino Unido, Alemanha, Espanha, Irlanda e Áustria. "Poupar dinheiro" também é uma das resoluções principais para os adultos na Irlanda, Holanda, Bélgica, África do Sul, Rússia, França e Reino Unido.

Aprender algo novo / melhorar uma competência permanece constantemente em todos os países onde esta pesquisa decorreu, embora as áreas que os inquiridos gostariam de aprender variem. Entre os inquiridos que pretendem aprender uma competência para o trabalho ou um hobby, o desejo de aprender um novo idioma é classificado na primeira posição na maioria dos países, exceto na Alemanha, onde a prioridade é aprender um novo desporto ou uma rotina de exercício físico; e também uma exceção na Rússia. Na Polónia e na Holanda, o foco reside no bem estar pessoal e no autodesenvolvimento. Finalmente, na África do Sul os inquiridos manifestaram um maior interesse em aprender uma competência comercial, por exemplo, como falar em público ou gestão de projetos. 

Ficha Técnica:

Este estudo foi realizado pelo YouGov para o YouTube. A amostra são 501 entrevistas a adultos. O trabalho de campo foi realizado entre 21 de Outubro - 01 de Novembro 2019. A pesquisa foi realizada on-line. Os dados do estudo estão ponderados e são representativos de todos os adultos em Portugal (maiores de 18 anos).

Infografia disponível aqui

0 comentários: