Versão Beta de condução autónoma melhorada poderá chegar até ao final do ano aos Tesla



Quem o afirma é Elon Musk, CEO da gigante norte-americana.


Para muitas pessoas conduzir não é apenas uma obrigação. Estar por detrás de um volante e sentir a aceleração de um arranque despoleta um frenesim de reacções que, em última instância, libertam uma dose ridícula de endorfina. Se é uma destas pessoas, possivelmente vai passar para o próximo artigo porque este tópico não lhe diz absolutamente nada. Caso não o seja, temos boas notícias.

Recentemente, Elon Musk - CEO da Tesla, Inc. - anunciou a possibilidade de, até ao final do ano, ser lançado um programa muito exclusivo de testes à condução autónoma. Tudo isto ainda não é certo, segundo afirma, mas deverá ser uma realidade próxima sobretudo levando em consideração que a Tesla acabou de lançar o Smart Summon ou, traduzindo à letra, convocação inteligente. Esta nova feature serve para chamar o vosso Tesla até vós, o que será especialmente útil em parques de estacionamento.

Apesar deste modo melhorado de condução autónoma (conhecido como Full Self-Drive ou FSD) ainda não estar disponível, Musk tem confiança que durante o final do próximo ano já esteja amplamente implementado. Em terras de D. Afonso Henriques a instalação do pack com capacidade de condução autónoma total custa 6500 euros, um preço que deverá subir ao mesmo tempo que a qualidade do serviço de FSD sobe e nos aproximamos ao verdadeiro modo autónomo total.

0 comentários: